Perícia de acidente de trânsito: como é feita a análise?

Perícia de acidente de trânsito é mais realizado do que você pode imaginar, já que qualquer pessoa está sujeita a sofrer um acidente de trânsito, não é mesmo? Mas você sabe como a perícia funciona de acidente? Então acompanhe nosso conteúdo!

Primeiramente, se você realmente quer entender como funciona uma pericia acidente, precisamos explicar que ela pode ser dividida. 

Existem dois tipos de pericia acidente, a primeira delas é uma perícia de acidente de trânsito realizada para fins particulares, ou seja, quando acontece algum acidente e você quer que tenha a perícia para resolver o problema.

E a segunda situação é quando a justiça exige por algum motivo, seja porque alguém envolvido no acidente não quis arcar com os prejuízos ou qualquer outra razão.

No entanto, nas duas ocasiões a pericia acidente avalia as circunstâncias em que aquele acidente ocorreu, quais são os danos e mais alguns outros detalhes.

Assim, podemos dizer que a perícia de acidente é uma opinião neutra e imparcial sobre o que ocorreu no momento do acidente, e o profissional que faz a perícia de acidente é capaz de dar um parecer técnico de confiança.

Ou seja, a diferença entre a perícia judicial e a perícia de acidente de trânsito particular é justamente quem a solicita, entendeu?

A perícia não era como você imaginou? Está interessado em saber mais sobre esse assunto e acabar com todas as suas dúvidas? Então vamos lá!

  • Conheça mais um pouco sobre a perícia de acidente de trânsito
  • Entenda se o valor da perícia é feito pelo perito
  • Descubra outros detalhes que influenciam no valor
  • Fique por dentro de mais detalhes sobre perícia
  • Cleber,  o Perito pode te ajudar!

Conheça mais um pouco sobre a perícia de acidente de trânsito

O responsável designado a realizar a pericia acidente em processos judiciais é um profissional de confiança do juiz que o nomeou, e isso pode oferecer uma maior confiabilidade do laudo que será apresentado.

No entanto, os dois modelos de perícia de acidente tem como objetivo a realização de uma perícia de acidente para conseguir um laudo pericial.

Em alguns casos, a perícia de acidente de trânsito e os critérios que o perito utiliza para realizar podem influenciar em um fator importante: o valor. 

Abaixo, listamos algumas atividades de um perito que faz a perícia de acidente de trânsito:

  • Visita ao local do acidente para averiguação dos fatos;
  • Avaliação mecânica;
  • Avaliação elétrica;
  • Avaliação estética de todos os veículos envolvidos na colisão;
  • Confrontamento dos dados técnicos e das provas colhidas durante a perícia de acidente.

Por isso, as atividades citadas acima são o que influenciam o valor de uma perícia de acidente no transito.

Não somente isso, mas também para determinar quem realmente é culpado e, por consequência, quem deve se responsabilizar pelas consequências.

Entretanto, esse tipo de resolução é mais comum na pericia acidente solicitada por um juiz, já que é difícil as pessoas envolvidas compor um acordo voluntário e extrajudicial. 

Bom, com essa informação é provável que você esteja mais curioso ainda sobre quanto custa um perito particular, certo? 

Mas para realmente determinar quanto custa um perito particular, é preciso conhecer esses pontos semelhantes a todos os tipos de perícia de acidente. 

Portanto, vamos avaliar cada uma das circunstâncias que podem influenciar nesse valor, pois assim é mais fácil entender qual é o valor médio para a maioria dos casos, ok?

Entenda se o valor da perícia é feito pelo perito

É claro que como qualquer outro serviço, o valor cobrado em uma perícia judicial pode apresentar diferenças de acordo com o profissional consultado. 

Então, em algumas perícias judiciais cabe ao perito de seguros definir o valor perito judicial que ele achar o correto. 

No entanto, essa definição de quanto custa a perícia é feita quando o perito é contratado por uma das partes e aí o perito tem a responsabilidade de atuar como assistente nessa pericia de acidente no transito até o fim.

Ou seja, em alguns casos de perícias judiciais o perito de seguros profissional que foi contratado irá atuar como assistente técnico do perito responsável. 

Por isso, o valor da perícia profissional e particular pode variar de acordo com o profissional selecionado e, embora o profissional seja perito de trânsito, é um terceiro sem qualquer vínculo com as partes envolvidas. 

Posso chamar um perito de transito particular?

Durante a elaboração do laudo pericial de trânsito, os envolvidos podem solicitar a contratação de um perito de transito particular.

Mas nesse caso ele só poderá exercer a função de assistente técnico, assim somente avaliando se o laudo pericial de transito será formulado corretamente.

Ou seja, isso quer dizer que durante a perícia, cada perito de trânsito particular contratado para analisar o acidente, acompanhará as atividades do perito judicial visando a fiscalização. 

É só isso que o perito de transito particular pode fazer?

Podemos dizer que o perito de transito particular seja representante de cada um dos envolvidos no acidente e, então, apresente considerações que irão definir a realização da perícia como um todo, do mesmo modo com o laudo pericial de transito.

Então, para que o perito judicial entregue o laudo pericial de transito completo, além das anotações, é obrigatório que ele responda todos os questionamentos do perito de transito particular também, para ter mais dados.

Também é importante falar que o perito de transito particular de cada uma das pessoas envolvidas no acidente desempenha um papel necessário no momento em que o laudo pericial de transito é apresentado junto do processo judicial.

Descubra outros detalhes que influenciam no valor

Bom, você já entendeu que o valor da perícia realmente depende do perito, certo? 

Mas existe mais um detalhe, as perícias determinadas por um juiz tem uma diferença. O perito de seguros responsabilizado pela ação não escolhe o preço cobrado, mas sim o juiz! Ele pode definir quanto custa um perito particular nessa situação.

Portanto, quando há um acidente levado ao poder judiciário e o juiz identifica uma necessidade de pericia de acidente no transito, ele mesmo pode determinar o valor perito judicial.

Mas você pode estar se perguntando se é justo que o juiz determine o valor, certo? Bom, a resposta é sim, pois o valor perito judicial não é pago imediatamente, mas sim pela pessoa que for declarada “errada” no caso.

Ou seja, quando o valor perito judicial é atribuído pelo juiz, a parte perdedora na pericia acidente e em todo o processo é obrigada a pagar os honorários do perito particular!

Fique por dentro de mais detalhes sobre perícia

Até aqui, acho que você conseguiu entender que a pericia acidente particular e as perícias de um perito de seguros podem ter vários critérios para determinação do valor de perícia ou do valor perito judicial, não é mesmo?

Lembre-se que, em alguns casos de pericia acidente, a cobrança do perito de seguros pode ser definida pelas horas trabalhadas, por exemplo, ou com base no valor da causa que já foi definida pelo juiz.

Cleber, o Perito pode te ajudar!

Agora você está pronto para conhecer a nossa empresa, Cleber, o Perito

Somos uma empresa de perícia particular e estamos no mercado fornecendo um serviço impecável de extrema qualidade para nossos clientes.

Aqui na Cleber, o Perito fazemos análise, assessoria e consultoria, assistência e parecer técnico da pericia de acidente de trânsito.

Portanto, se você sofreu ou causou um acidente de trânsito, não demore para nos chamar, pois podemos resolver o seu problema rapidinho.

Se quer entender mais sobre nossos serviços, não perca tempo e entre em contato conosco ou preencha o formulário abaixo e nossa equipe especializada entrará em contato!

Tenha o melhor suporte em perícia particular profissional na Cleber, o Perito!

Preencha o formulário e em breve entraremos em contato


Posts Relacionados

Open chat
Oi, tudo bem? Como posso te ajudar? :)
Oi, tudo bem?
Como posso te ajudar? 🙂